domingo, 13 de julho de 2014

Brasão de Armas do Comando Distrital de Faro


Ordenação heráldica:

O CORONEL - é representativo da Polícia de Segurança Pública constituído por arco liso com virolas nos bordos superior e inferior, encimado por quatro estrelas de seis pontas, das quais três são aparentes. O intervalo entre cada duas estrelas consecutivas é preenchido por um falcão estendido, tudo de ouro.
ESCUDO – de verde, com uma caravela quinhentista a oiro, de duas velas latinas da mesma cor, tendo em chefe dois crescentes invertidos também de oiro e um contrachefe ondado de cinco peças a prata e verde.
DIVISA - num listei de branco, ondulado, sotoposto ao escudo, em letras de estilo elzevir, maiúsculas de negro “SERENOS E ACTUANTES".

Simbologia:

A CARAVELA - representa o início das descobertas que tiveram origem na Ponta de Sagres.
OS CRESCENTES - representam os reis mouros vencidos tendo como consequência a conquista destas terras.
O ONDADO - significa os mares seguidos pelos portugueses e o facto de o Distrito ter a maior parte dos seus limites sobre a orla marítima.
O OURO - significa vigor, poder e lealdade.
A PRATA - significa sagacidade, humildade e pureza.
O VERDE - significa o amor ao próximo e a gentileza, que deverão caracterizar as relações com a população.
A DIVISA - representa, na sua essência, a função policial e o seu modo de actuação.

Ordem de Serviço n.º 94, I Parte do Comando-Geral de 15 de Junho de 1983