domingo, 13 de julho de 2014

Brasão de Armas do Comando Distrital de Viseu

Ordenação heráldica:

O CORONEL - é representativo da Polícia de Segurança Pública constituído por arco liso com virolas nos bordos superior e inferior, encimado por quatro estrelas de seis pontas, das quais três são aparentes. O intervalo entre cada duas estrelas consecutivas é preenchido por um falcão estendido, tudo de ouro.ESCUDO - de verde com três escudetes de ouro em triângulo, contendo os dois superiores um pinheiro arrancado de verde e o terceiro uma buzina negra de fiador e pontas vermelhas.DIVISA - num listel de branco, ondulado, sotoposto ao escudo, em letras do estilo elzevir, maiúsculas, de negro: "PARA BEM SERVIR".

Simbologia:

OS ESCUDETES - os escudetes representativos dos pintores antigos, numa alusão a Grão Vasco, de seu nome Vasco Fernandes, patrono-mor de Viseu, que deixou a esta cidade, como herança, os seus quadros reveladores de toda a pujança da cidade quinhentista.OS PINHEIROS - alusão aos pinheirais imensos existentes em todo o distrito e que bordejando os sete caminhos da cidade onde logo se sente o perfume acre da resina, muito justamente foi cognominado de reino do verde pinho.A BUZINA - da lenda de Miragaia, aquando D. Ramiro em resposta ao ultraje vibrado na sua alma pelo ciúme e num desejo de vingança, do cimo do castelo de Alboazar a tocou três vezes, chamando assim a sua corte que tinha ficado escondida num pinhal, a qual cercou o castelo e passou a fio de espada toda a guarnição moura.O OURO - significa nobreza e fidelidade.O VERDE - significa o amor ao próximo e a gentileza que deverão caracterizar as nossas relações com a população.O VERMELHO - significa valor, ardil e ânimo.O NEGRO - significa firmeza e virtude.A DIVISA - numa alusão aos fins a que se destina a P.S.P.

Ordem de Serviço n.º 32, I Parte do Comando-Geral de 18 de Fevereiro de 1983