sábado, 2 de agosto de 2014

Brasão de Armas do Comando Distrital de Viana do Castelo



Ordenação heráldica:


O CORONEL - é representativo da Polícia de Segurança Pública constituído por arco liso com virolas nos bordos superior e inferior, encimado por quatro estrelas de seis pontas, das quais três são aparentes. O intervalo entre cada duas estrelas consecutivas é preenchido por um falcão estendido, tudo de ouro.
ESCUDO - de verde com Grifo de prata, bicado, lampassado e armado de vermelho, segurando na garra dianteira dextra um bastão de prata e na sinistra um pergaminho desenrolado de prata com selo pendente de uma fita, ambos de vermelho, no canto inferior sinistro. Em chefe, uma muralha, de ouro, com três torres do mesmo, abertas e fenestradas de negro.
DIVISA - num listei de branco, ondulado, sotoposto ao escudo, em letras de estilo elzevir, maiúsculas de negro “A VÓS OUTROS AQUI SE ESTÃO GUARDANDO".

Simbologia:


O GRIFO - animal fabuloso, símbolo do guardião, traduz a missão da Policia de garantir os direitos dos cidadãos; segura um bastão, símbolo da autoridade para garantir a ordem pública e prevenir e reprimir a criminalidade, e um pergaminho, que simboliza a lei em defesa de cujo cumprimento e em obediência à qual a Policia exerce a sua acção.
A MURALHA - alude à cidade de Viana do Castelo, onde se localiza o Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública, e em cujo Brasão de Armas figura em chefe com aquela mesma representação.
O OURO - significa vigor, poder e fidelidade.
A PRATA - significa humildade e serenidade.
O VERDE - significa esperança, mocidade e fé.
O VERMELHO - significa valor, ardil e ânimo.
O NEGRO - significa firmeza e obediência.

Ordem de Serviço n.º 132, I Parte do Comando-Geral de 18 de Agosto de 1982