sábado, 2 de agosto de 2014

Brasão de Armas do Comando Regional da Madeira



Ordenação heráldica:


O CORONEL - é representativo da Polícia de Segurança Pública constituído por arco liso com virolas nos bordos superior e inferior, encimado por quatro estrelas de seis pontas, das quais três são aparentes. O intervalo entre cada duas estrelas consecutivas é preenchido por um falcão estendido, tudo de ouro.
ESCUDO - de verde com sete burelas ondadas de ouro, e um chefe de prata carregado de uma cruz de Cristo ladeada por duas rodas de moinho, tudo de vermelho.
DIVISA - num listei de branco, ondulado, sotoposto ao escudo, em letras de estilo elzevir, maiúsculas de negro “VIRTUDE E VALOR”.

Simbologia:


AS BURELAS - representativas do Oceano Atlântico querendo com isso significar o aspecto insular da região.
A CRUZ DE CRISTO - símbolo da Região Autónoma da Madeira e alusiva aos descobrimentos.
AS RODAS DE MOINHO - símbolo da obediência e da intrepidez porquanto afronta a violência da correnteza e obedece ao movimento que esta lhe imprime.
O OURO - significa poder e lealdade.
A PRATA - significa sagacidade e humildade.
O VERDE - significa esperança e liberdade.
O VERMELHO - significa ardil e ânimo.
A DIVISA - "Virtude e Valor" significa no seu todo o modo de acção da PSP, na protecção de pessoas e bens.

Ordem de Serviço n.º 119, I Parte do Comando-Geral de 26 de Julho de 1983